Milton Morales Filho : Diretor Artístico e Dramaturgo

Milton Morales Filho

Diretor Artístico e Dramaturgo

Formado pela Escola de Arte Dramática da USP; Diretor, dramaturgo e fundador do Teatro da Gioconda desde 1999, Formado em Medicina pela UNESP; Mestre em ciências da saúde pelo IAMSPE; Pós-graduação em acupuntura pela AMBA; Título de especialidade em acupuntura pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura. Coordenador da Casa da Gioconda desde 2009.

Recentes PRÊMIOS e INDICAÇÕES :
2017 Proac de Criação Literária- Dramaturgia, com o projeto OS SUJOS
2016 Prêmio Nacional de Literatura - Cepe, na Categoria Contos com a obra Dancing jeans – Baixo Augusta e outros contos.
2015 Proac de Criação Literária- Dramaturgia, com Projeto AB
2013 Finalista no Prêmio Luso Brasileiro de Dramaturgia da FUNARTE com Texto inédito Diálogo:Três mulheres
2012 - Finalista Prêmio Femsa 2012- autor de texto adaptado e trilha sonora do espetáculo O EMPINADOR DE ESTRELA
Prêmio ProAc 2010 para montagem do Texto OS OLHOS DE NEBUL / Prêmio Melhor espetáculo infantil no Cultura Inglesa Festival 2009 com ENJOY! / Indicado ao prêmio FEMSA 2009 pelo texto de Histórias de Chuva – gênese / Indicado Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro 2009: Histórias de Chuva-Gênese- melhor espetáculo infantil / Prêmio de Incentivo ao Teatro Paulista 2008 com o projeto Histórias de Chuva, composto de uma peça adulta e outra infantil / Prêmio APCA 2007 melhor texto infantil, com O CADARÇO LARANJA / 03 indicações para o prêmio FEMSA/2007 com O CADARÇO LARANJA: melhor espetáculo texto e direção / Prêmio como dramaturgo no Concurso de Dramaturgia da FUNARTE em 2005,região SUDESTE

casadagioconda@gmail.com
Alexandre Meirelles : Produtor, Diretor e Coordenador do GEAC

Alexandre Meirelles

Produtor, Diretor e Coordenador do GEAC

Idealizador e coordenador do GEAC na Casa da Gioconda, desde 2017. Formado em artes cênicas pelo Teatro Escola Macunaíma, bacharel em Comunicação Social: Publicidade e Propaganda e licenciado em Arte pela Faculdade Belas Artes de São Paulo, iniciou sua carreira como ator em 1996, no espetáculo OS AMANTES DO ESQUISITO com direção de Guilherme Vidal, com diversas temporadas na capital paulista e interior de São Paulo. Em 2001 integra o elenco do Teatro da USP (TUSP), coordenado por Abílio Tavares e direção de Georgette Fadel e Edgar Castro, com a montagem do espetáculo O ABAJUR LILÁS - Fragmentos, de Plínio Marcos. Em 2007, participa dos processos criativos com as companhias Teatro da Vertigem e Cia. Os Satyros dentro do programa de teatro vocacional oferecido pela Secretaria Municipal de Cultura. Integrante do Teatro Núcleo Experimental, onde ficou de 2007 à 2016, como ator, colaborador e coordenador das oficinas, cursos e workshops, oferecidos pelos artistas do grupo. Além de SENHORA DOS AFOGADOS, participou das seguintes montagens: AS TROIANAS - VOZES DA GUERRA, CASA / CABUL e NO CORAÇÃO DO MUNDO, todas com direção de Zé Henrique de Paula. Desde 2011 ministra cursos, oficinas e workshops de teatro para crianças, jovens, atores profissionais e amadores. Desde 2015 está em cartaz com o espetáculo infanto-juvenil O JOVEM PRÍNCIPE E A VERDADE com direção de Regina Galdino, contemplado em diversos editais/prêmios culturais federais e estaduais. Atualmente este espetáculo está em turnê nacional pelos Centros Culturais da Caixa: Curitiba (Julho/2017), Rio de Janeiro e Recife (Janeiro/2018). Em 2016, torna-se produtor e diretor artístico na empresa XYZ PRODUÇÕES ARTÍSTICAS, para criação de seu próprio repertório artístico. Em teatro, participou ainda das seguintes montagens: TORRE DE BABEL, de Fernando Arrabal; LUA DE CETIM de Alcides Nogueira; MARAT SADE de Peter Weiss; CALABAR - O Elogio da Traição, de Chico Buarque e Ruy Guerra; O FANTÁSTICO MISTÉRIO DE FEIURINHA de Pedro Bandeira; O RATO ROEU A ROUPA DO REI RICARDO e ENCONTRO COM O DESTINO ambas de Paulo Bueno e NAVALHA NOVA de Tony Giusti.

alexandre@xyzproducoes.com.br
Cy Teixeira : Cenógrafa, Figurinista e Atriz

Cy Teixeira

Cenógrafa, Figurinista e Atriz

Formada em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Macunaíma, pedagogia pela Universidade Federal do Paraná, cursou Extensão em Desenho e Ilustração de Moda pela Faculdade Santa Marcelina e Costume Design for Theatre and Screen na Central San Martin / College of Art and Design-London com GaryThome MA. Atua desde 2006 no teatro paulistano e participou dos seguintes projetos: como atriz: “Senhora dos Afogados”, “As Troianas - Vozes da Guerra”, “Ao Pé do Ouvido”, “A.B. Cenas Paulistanas” e “A Milionária”. Indicada ao Prêmio FEMSA, na categoria atriz coadjuvante pelo espetáculo infantil “Menino Lua”. Como assistente de cenografia e figurino, assinou os projetos: “Senhora dos Afogados”, “As Troianas-VozesdaGuerra”, “OIndireita”, “Cândida”, “OLivrodosMonstrosGuardados”, “CasaCabul”, “O Contrato”, “Bichado”, “Mormaço”, “Fogo Azul de Um Minuto”, “Ou Você Poderia Me Beijar”, “Antes de Mais Nada”, “Preto no Branco” e “Urinal - O Musical”. Assumiu as funções de cenógrafa e/ou figurinista, das seguintes produções teatrais: “Judas em Sábado de Aleluia”; “Canção de Amor em Rosa”, “Chovendo na Roseira”, “Sonhos Não Envelhecem”,“O Ilustre Molière”, “A Social”, “O Lugar de Onde Se Vê”, “Nossa Cidade”, “Bug Chaser”, “Scavengers”, “Operetinha do Sapato Falador”, “A. B. Cenas Paulistanas”, “Bairro Caleidoscópio”.

cy.amateixeira@gmail.com
Thiago Ledier : Diretor e Tradutor

Thiago Ledier

Diretor e Tradutor

Ator, diretor, tradutor e cantor. Formado pela Escola de Teatro Ewerton de Castro, aperfeiçoou sua atividade de ator no Núcleo Experimental do Teatro Popular do SESI/SP, sob a coordenação de Isabel Setti, onde teve contato, em workshops, com profissionais como Cacá Carvalho, Juliana Carneiro da Cunha, Denise Stoklos e Roberto Bacci. Sob a direção de Isabel Setti, participou da criação e atuou no espetáculo O Que Eu Entendi do que o Tom Zé Disse. Ingressou como ator no Núcleo Experimental em 2006, sob a direção artística de Zé Henrique de Paula. Como ator, participou de R&J (de Shakespeare, adaptado por Joe Calarco), Mojo (de Jezz Butterworth), Senhora dos Afogados (de Nelson Rodrigues), Cândida (de Bernard Shaw), Casa/Cabul (de Tony Kushner), No Coração do Mundo (adaptado de texto de Tony Kushner), Universos (de Nick Payne), Canção de Amor em Rosa (de Fernanda Maia), Judas em Sábado de Aleluia (espetáculo em que foi responsável pela adaptação do texto de Martins Penna e ganhador do Prêmio Coca-Cola/FEMSA 2014 como ator coadjuvante) e Urinal, o Musical. Ator e produtor no espetáculo O Convidado Surpresa, de Gregoire Bouiller, adaptado e dirigido por Rafael Gomes. Ator nos musicais Canção dos Direitos da Criança, de Toquinho e Carla Candiotto, e Rent, de Jonathan Larson. Dirigiu os espetáculos A Social, de Ricardo Corrêa, com a Cia. Artera de Teatro; O Espectador Condenado à Morte, de Matéi Visniec, com a Cia. Teatro da Dispersão; A Milionária, de Bernard Shaw, com a Cia. Círculo de Atores (projeto contemplado pela 8ª edição do Prêmio Zé Renato / vencedor do Prêmio Shell 2019 na categoria Atriz para Chris Couto). Trabalhou como assistente de direção de: Zé Henrique de Paula em O Endireita, Side Man, O Livro dos Monstros Guardados, Casa/Cabul, No Coração do Mundo e Ou Você Poderia Me Beijar; Rafael Gomes em Música Para Cortar os Pulsos e Gotas D’água Sobre Pedra Escaldantes; Sandra Corvelloni em L'Illustre Molière; Isser Korik em Jogo Aberto; Daniel Alvim em Se Existe Ainda Não Encontrei; Marco Antônio Pâmio em A Profissão da Senhora Warren e Ator Mente.  Cantor nas trilhas dos espetáculos Mojo, As Troianas - Vozes da Guerra e Bichado. Autor do espetáculo Cabaret E o Tal do Mundo Não Se Acabou. Tradutor de Bichado, de Tracy Letts, Ou Você Poderia Me Beijar, de Neil Bartlet e A Milionária, de Bernard Shaw. No cinema, atuou nos longas-metragens Música Para Cortar os Pulsos, de Rafael Gomes, e Trabalhar Cansa, de Marco Dutra e Juliana Rojas. Também protagonizou o videojogo Caminhos do Trabalho, dirigido por Márcio Araújo para a Fundação Padre Anchieta.

ledier@gmail.com